top of page
  • psialinezanon

O engodo do amor - as paixões e as projeções


Um estudo sobre o tema “paixão”, palavra de etimologia grega, pathos, e do latim passio, ambas podendo ser associadas a “sofrimento”, sendo a proposta aqui a de correlacionar a paixão ao fenômeno projetivo sob o olhar da psicologia analítica. Quando o fenômeno da paixão se faz presente ocorre espontâneo, involuntário e inconsciente, devido ao estado de identificação entre o ego e o si mesmo, de maneira que o indivíduo, então, mantém-se suscetível às fantasias e ilusões oriundas de tal estado, que pode até mesmo se desdobrar em processos patológicos. Em seguida a essa correlação é analisado o desenvolvimento das nuances do fenômeno da paixão, buscando-se compreender sua finalidade, bem como os ganhos secundários que o acompanham e, por fim, as causas possíveis do enlace das projeções envolvidas. Para essa análise, aborda-se o fenômeno projetivo a partir das paixões através de duas grandes potências arquetípicas, denominadas anima e animus, que, por sua vez, podem subjugar a consciência e fazer predominar sua vontade à revelia do ego, desencadeando então projeções tanto positivas como negativas sobre o objeto ao qual se direcionam. O processo de desenvolvimento desse trabalho alcançou uma diferenciação inicial entre os conceitos de paixão e amor e, também, possibilitou concluir que a busca pelo ser amado através das paixões, tal como ocorre no fenômeno da projeção, é uma forma primitiva de acesso em busca do amor.





8 visualizações0 comentário

Komentáře


bottom of page